segunda-feira, 30 de julho de 2012

Mike's Diary - A Primeira Mulher


               As coisas não tinham ido bem em relação á sua "Velha história", tanto que acabou do jeito que acabou...Mas havia algo que não foi citado...

               Nas últimas semanas, quando Mike decidiu terminar de vez com sua "Velha história", ele acabou desviando seus caminhos...Já haviam 5 ou mais meses que Mike tinha começado a conversar com uma Mulher mais velha, que lhe fora tortamente apresentada por um amigo. Tortamente porque não foi pessoalmente, e sim por uma rede social. Tortamente porque nessa, a tal Mulher não fazia ideia de que tinha sido "apresentada" e Mike chegou com o papo de "te vi e te achei legal". Mas ele não estava falando com uma garota, era com uma Mulher e ela logo sacou que a única pessoa que poderia ter passado o contato era o amigo em comum.
               Passados os momentos constrangedores que o fato proporcionou, começaram a se dar bem, entre várias e várias conversas que obtiveram daí por diante. Conversavam sobre tudo, principalmente sobre problemas de relacionamento, experiencia que ambos carregavam nas costas como um grande fardo, obviamente que Mike carregava um peso bem menor em relação a Mulher. Afinal ela tinha 10 anos a mais do que Mike, apesar de, em muitos momentos, parecer falar e agir como se tivesse 10 anos a menos que ele.
Com o tempo, a Mulher começou a demonstrar certo interesse por Mike...Mike, nada acostumado com aquilo, demorou pra entender, ela o queria!
Começou a elogia-lo, reparar fisicamente em Mike, que não via sentido no que acontecia.As conversas ficavam cada vez mais quentes e voltadas aos desejos carnais de ambos. Estava mais do que óbvio que ela o desejava...
Mike também começou a despertar um desejo forte por ela...
Mas nessa época, Mike ainda estava  "oficialmente" com sua "Velha História".      

Até que chegou um momento em que nenhum dos dois aguentava mais só falar, eles queriam fazer acontecer! Marcaram então de se encontrar e matar assim, o desejo que ambos estavam guardando por tanto tempo.
Era um começo de tarde, se encontraram, conversaram pouco, caminharam e logo estavam explodindo em seus interiores...os vulcões precisavam entrar em erupção, e assim o fizeram! Foram 3 horas de muita  loucura. Após todo o ato, foram embora...cada um pro seu canto, com um sorriso de satisfação estampado na face.
Mike , depois, sentiu-se culpado, principalmente depois de descobrir que acabou sendo visto por outra pessoa, que acabou revelando isso pela mesma rede social que o levou a conhecer a Mulher em questão.
Ele ainda estava com sua "Velha História", mas o que ele podia fazer? Ele sentia-se carente, ele precisava daquilo, precisava de beijos, abraços, "amassos"...Mike finalmente entendia a velha máxima "A carne é fraca".

Mas sua culpa ia além da "traição", até porque, como parecia que só ele se importava com a relação com a sua "Velha História", ele não conseguia enxergar isso totalmente como uma traição de fato. Sua culpa também se dava ao fato de que ele poderia estar despertando algo na Mulher, e o que ele menos queria era fazer duas pessoas sofrerem ao mesmo tempo.
Mike não sabia como lidar, afinal, era uma Mulher que já teve uma vida, já havia sido casada, tinha uma filha 10 anos mais nova que Mike e tudo mais...
Fato é, que após Mike dar fim definitivamente na relação com sua "Velha História", a Mulher acabou se distanciando, cada vez mais...chegando então ao ponto de não se falaram mais. 
Seria uma defesa? Um modo de tentar tirar tudo o que aconteceu da cabeça e do coração? Um desejo "proibido" que nenhum dos dois conseguiria levar a frente sem que houvesse sofrimento, decepções ou deficiência, afinal, as necessidades dos dois entrariam em conflito...um com a vida praticamente no começo, a outra buscando estabilidade, talvez...além do desejo esses mundos não se encaixavam.
Mike entendia isso, mas não entendia se realmente precisava tal isolamento...não poderiam continuar amigos? Não poderiam falar de todas as outras coisas que sempre falavam antes?
               Mike mais uma vez foi de encontro ao Cara no Espelho, que lhe disse:
- Mike, Mike!! Você não fez nada de errado, afinal, ambos fizeram o que queriam, ambos gostaram do que fizeram, o que pega aí, na verdade, é se isso ia mesmo dar certo. Obviamente sua inexperiência iria faze-la sentir falta do "a mais"..."a mais" esse que você ainda não pode oferece-la, nem oferecer há alguma outra mulher já formada. Um dia você encontrará a resposta pra tudo isso...ou não! haha! Mas Mike, acostume-se, essa é apenas a sua primeira mulher... 

domingo, 10 de junho de 2012

Mike's Redemption: "Os Continues"

            Passaram-se dias, passaram-se meses, Mike estava se reabilitando. Não pensava mais em sua ex-Musa, muito menos na sua ex-Nova Investida. Ele estava deixando o corpo ser levado pelo rio, boiando despreocupadamente.
Ninguém mais o via triste ou abatido, não mais sofria a toa, vivia um dia após o outro, de bem com a vida, de bem com o Cara no Espelho.
Durante esse tempo, Mike deixou-se livre, como nunca havia feito antes. Livre para as oportunidades, livre para o que a vida haveria de lhe dar. Mas a vida não havia lhe dado nada...
Começou uma nova rotina de estudos e trabalho, ainda que iniciando, tudo sendo muito novo até então. Não tinha mais o tempo que lhe sobrava, trocara o fuso completamente agora, tendo que se reabilitar em sua "nova vida".
Em meio a tudo isso, recebe uma ligação inesperada de "uma velha história": 

- Oi! Tudo bom? Queria te ver...conversar...
- ah! td bem sim ! por mim demorou!
- Então tá, nos vemos então!

- ok!

Estava assim combinado então, um reencontro.
            No dia, ele fica a esperar, inquieto, sem saber o que o espera, afinal, já fazia um bom tempo que não via sua "velha história". Ela chega, e começam a conversar...falam sobre a vida, falam sobre as coisas que sempre tiveram em comum, gostos, enfim, o de sempre...as mesmas conversas que sempre tiveram. As horas passam, Mike tinha que partir para seu dever, ela o acompanha e aí começa a falar, do nada, sobre o tempo que se conhecem, sobre como se sentia em relação a ele, como queria te-lo por perto...Mike não reconhecia sua "velha história", estava totalmente diferente de como era acostumado a ve-la. Atrasado para o trabalho e chocado com a situação, parte sem jeito, deixando um ar de Fuga á situação.
Mike não sabia o que pensar sobre aquilo, ao mesmo tempo que era tudo novo, era sua "velha história" alí...anos haviam se passado, muitas coisas haviam mudado, como proceder? Mike se via mais uma vez confuso e com o dever de responder a tal oferta, passou a semana inteira com aquilo na cabeça.
            Na semana seguinte, Ele reencontra sua "velha história" e decide dar sinal verde. Começa aí o que devia ter começado há anos atrás! Tal qual um "Chinese Democracy" na vida de ambos. 
Tudo parecia correr muito bem, dias foram passando, decidiram sair, mas as coisas não correram como Mike imaginava: era tudo tão estranho, "seco"... Um casal de completos estranhos, que se conheciam tão bem até então...Saíram novamente depois de alguns dias...e tudo continuou igualmente seco! Faltava alguma coisa, mas ninguém saberia dizer o que é, nem mesmo os dois. Mike não conseguia dormir direito, ficava tentando entender o que havia feito de errado. Resolveu conversar com o Cara no Espelho, perguntar o que de fato estava levando aquilo q se imaginou ser tão perfeito, em algo tão desanimador:
- Mike, meu caro Mike! Eu não sei se estou certo, ou errado, mas não há como se revelar algo, quando os dois lados se escondem dentro de si próprios. Se encontre, tente faze-la se encontrar também...se não der certo, quem poderá culpar quem afinal??
Mike não entendeu muito bem, mas pensou, trancou-se em seus pensamentos.
            Dias se passaram entre SMSs secos e frios, que mais pareciam ser trocados por amigos distantes do mesmo sexo do que por duas pessoas que diziam "se amar"...Mike não aguentava mais isso, sentia-se mal por achar estar fingindo um sentimento que havia morrido, antes mesmo de ganhar vida...Decidiu então por fim nessa história...mas COMO? Como não machuca-la?
Pensou, pensou e pensou novamente. Seria impossível os dois lados ficarem bem com a situação, enxergando isso, Mike pensou: "então que se foda! vai doer de qualquer jeito!" e assim, "deu Start" em uma atitude ainda mais fria e egoísta: mandou uma carta calibre 44 diretamente ao coração de sua "velha história", por meio de uma rede social, sem pensar em mais nada além do peso que tiraria de suas costas. Aí morava o erro, mais uma vez!
Partiu o coração de sua "velha história" fortemente, deixou-a sem entender nada além de que se tornara um monstro infeliz e escroto aos olhos dela. De certa forma, apesar de realmente sentir-se um monstro escroto, Mike parecia ter gostado disso. Teria Mike se tornado um ser sem coração então? Ou apenas teria ele aceito que a vida é cheia de perdas e ganhos??? Não é a toa que os jogos vem com "Retry" e "continues"...





 



    

domingo, 1 de janeiro de 2012

Mike Returns: Ainda há uma vida

Passaram-se muitos dias, muitos dias mesmo desde que Mike teve sua desilusão com sua Musa. Andava triste, abatido, chutando pedras e tentando entender o porque das coisas não darem certo.
Durante todo esse tempo ele ainda não tinha encontrado sua Musa pelas indas e vindas de seus destinos, parecia mesmo que o destino havia dado-lhe uma trégua.
Até que um dia, sem querer como sempre, Mike cruza o caminho de sua Musa:
- Oi Mike!! Quanto tempo!! Como você está? Você sumiu...

- Eu tô bem! Trabalhando muito também, talvez por isso não tenha me visto...
A conversa se estendeu um pouco, colocaram assuntos breves em dia e ela partiu para seu rumo, deixando - o ali, sozinho na calçada, com o gostinho de seu beijo no rosto, com a sensação de que seu abraço ainda não tinha se desabraçado...Mas dessa vez, Mike sentia-se diferente sobre isso.
Seu batimento cardíaco não se alterou, nem teve aquela sensação estranha que o fazia perder o rumo de suas ações.Mike sentiu- se indiferente sobre tudo aquilo. 
 - Estaria eu curado? - Mike se pergunta. Quem poderia responder a num ser ele mesmo? Questionou-se também se a "cura" (se é que ela realmente veio) não estaria ligada á sua Nova Investida. Sim! Mike Tinha uma carta na manga. Nesse meio tempo, Mike havia conhecido outra garota, diferente das demais, mas o qual resolveu tratar com cautela enquanto se focava em sua Musa.
A Nova Investida de Mike, embora tenha gostos em comum com ele e até sua agora ex-Musa, era diferente. Ela falava e agia de forma única. Isso chamou atenção de Mike, embora ainda tentasse dar foco em sua agora ex-Musa.
Pensando nisso e em como estava dando certo seus papos com a Nova Investida, Mike percebe que era hora de usar seu ultimo "Life" restante para focar de vez nela.
Dias e semanas se passam entre Sms e ligações. Mike falando bastante, e ouvindo um pouco menos do que era acostumado. Mike estava decidido, queria vê-la! Mas havia um problema: os horários não batiam! Entre conversas, pressões e indiretas, Mike conseguiu achar um tempo livre e foi encontrar sua Nova Investida. Tudo correu normalmente para os padrões de Mike: Eles se encontraram, conversaram e pronto. O tempo era escasso, então foi o que deu no momento.
Dias se passaram, eles continuavam com os mesmos meios de comunicação. E conversavam, de seu modo estranho, "SECO". Muitas vezes um deixava o outro no vácuo, involuntariamente, mas no geral até se entendiam.
Uma coisa era fato, Mike tentava se esquivar disso, mas era fato: Os pontos que os diferenciavam eram ponto críticos, muito opostos...e nenhum cederia ao outro pelo bem comum.
Com o tempo (que nem foi tão extenso), os SMSs que Mike enviava ficavam no completo vácuo, sem respostas. Era hora de começar a se preocupar!
Não demorou muito, questão de semanas, lá estava ele sendo presenteado com mais uma atualização de status em rede Social: sua Nova Investida já tinha encontrado alguém.
Por algum motivo, Mike já previa isso, não se abalou por ter perdido a possibilidade com a Nova Investida, mas sim com o fato de tudo ter acontecido novamente da mesma forma que sempre aconteceu: Ele conhece alguém legal, desperta o interesse da pessoa, encontra a pessoa e tudo corre bem, mas depois do encontro tudo dá errado. A pessoa simplesmente perde o interesse e some.
- Estaria eu amaldiçoado? não é possível!!!! - exclama Mike.
Parecia obra do além, realmente! Mike já não tinha dedos para contar quantas vezes o mesmo vinha acontecendo.
Mike havia sido mais uma vez traído por sua confiança desconfiada!
Esquecera que do mesmo modo que havia tratado sua Nova Investida como "o plano B", Também existia a possibilidade dele ser o "plano B" de sua Nova Investida.
  Em casa, novamente enfrentando o Cara no Espelho, Mike se lamenta. O Cara no Espelho apenas diz:

- Mike... isso é totalmente sobre sua incrível habilidade de ser menos interessante do que uma porta fechada escrita "não abra". Você não tem nada que o dê cor no meio de uma multidão em preto e branco. Você soa apenas como mais um barulho da cidade, não se destaca como uma bela canção perdida no meio desse caos... Você tem que encontrar isso, você tem que encontrar o tempero que falta nessa sopa!
Mike não quis nem rebater, pois havia entendido a mensagem. Foi direto ao encontro de seu fiel cobertor e também de seu fiel travesseiro.
Agora deitado, esperando o sono o derrubar, Mike pensa:
- Ainda me restam os "continues"... eles são infinitos! eu ainda vou passar essa fase...eu ainda desbloquearei essas conquistas!!!!
Mike agora dormia com a sua vergonha.
E com ela ele dançou as valsas e os tangos....em seus sonhos...em seus sonhos...